fbpx
segunda-feira, setembro 16
O Retorno de Mary Poppins

O Retorno de Mary Poppins: nostalgia e magia na família Banks

A babá enigmática desce dos céus novamente com seu guarda-chuva mágico: é o retorno de Mary Poppins, a constiuação impecável do clássico de 1964.
3
256

Quem se lembra do filme da babá que descia dos céus em um guarda-chuvas mágico?

Mary Poppins é uma babá enigmática que utiliza recursos um tanto quanto “diferentes” para ajudar a família Banks.

O primeiro filme foi lançado em 1964, contando com canções cativantes e com um elenco de prestígio. Mas nesse retorno de Mary Poppins, ela está ainda mais entusiasmada e empolgante.

Quem é Mary Poppins?

Mary Poppins é uma personagem fictícia dos livros de Pamela Lyndon Travers. Uma babá mágica e enigmática, de origem desconhecida, que chega à casa da família Banks para cuidar de seus filhos.

As histórias de Mary Poppins são contadas em oito livros que foram publicados ao longo das décadas de 1930 até 1980.

A babá enigmática Mary Poppins em ilustração original de Mary Sheppard

A babá enigmática Mary Poppins em ilustração original de Mary Sheppard. Fonte: El País.

Ela ensina lições valiosas aos filhos da família Banks que acabam trazendo alegria na vida deles, tornando a babá alguém tão importante quanto qualquer outro membro da família.

O primeiro filme foi lançado em 1964 com a atriz Julie Andrews fazendo o papel de Mary Poppins. O filme foi um sucesso e ganhou cinco Oscars, incluindo o de melhor atriz, para Julie Andrews, de efeitos visuais e música original.

Mary Poppins cantando para o passaro em filme da década de 1960

Julie Andrews interpretando Mary Poppins em filme da década de 1960. Fonte: Harpers Bazaar.

O filme encantou não só crianças, mas também os adultos. Nele, o banqueiro George Banks está desesperado e nervoso atrás de uma babá que dê conta de cuidar de seus filhos, pois eles sempre aprontam e, por isso, ninguém consegue se manter na família.

Mas quando ele faz um anúncio no jornal, aparece uma babá misteriosa vindo dos céus com um guarda-chuva. Somente ela, Mary Poppins, é que consegue aplicar ensinamentos e truques que cativam as crianças.

O Retorno de Mary Poppins

Lançado em 2018, O Retorno de Mary Poppins mostra a babá voltando para a casa da família Banks depois de muito tempo afastada. A atriz Emily Blunt interpreta a personagem principal com maestria.

Atriz Emily Blunt o Retorno de Mary Poppins.

Atriz Emily Blunt no papel de Mary Poppins. Fonte: Cinema Blends.

Veja Também:

O filme se passa em uma Londres abalada pela Grande Depressão da década de 1930. A babá desce dos céus novamente, na mesma casa onde viveram Michael e Jane. Os filhos de Michael, Annabel, George e John, também vivem na mesma casa em que seu pai viveu há 24 anos.

Porém, o cenário é um pouco diferente do primeiro filme. Michael e Jane, agora adultos, precisam superar uma fase difícil. Michael, acabara de perder a esposa e está desolado com seus filhos para criar.

Assim, o retorno de Mary Poppins vai ajudar principalmente os adultos Michael e Jane, e não as crianças.

Por meio de alguns detalhes, como a pipa consertada por Mr. Banks, o clássico de 1964 é resgatado com maestria e com uma nova cara.

Com a força da música, o filme ganha ainda mais feições de um clássico. Emily Blunt se apresenta incrivelmente talentosa e com um carisma cativante.

Mary Poppins dançando no Musical

Emily Blunt interpretando Mary Poppins.

Os detalhes ficam por conta das novas tecnologias usadas nas animações do filme que resultam em um musical muito bem feito.

Cena do filme O Retorno de Mary Poppins. O Retorno de Mary Poppins

Cena do filme O Retorno de Mary Poppins.

Cena do filme O Retorno de Mary Poppins.

Da mesma forma como no clássico de 1960, a animação é um dos elementos mais marcantes e interessantes do filme, com passagens musicais, ao som de “A Cover is not the Book”, muito bem executadas.

Da uma olhada no espetáculo musical com a música do filme:

A nostalgia toma conta do filme

Se a inovação não é um elemento chave na volta da babá, o principal combustível de O Retorno de Mary Poppins é o tom nostálgico. O filme revive histórias do passado aliando magia e drama familiar com o mesmo método de narrativa enigmática em torno da babá.

O cenário foi muito bem construído, apresenta uma Londres na época da Grande Depressão (década de 1930) com visual aparentemente estagnado. Os lindos detalhes da Rua das Cerejeiras fazem os espectadores voltar a sentir as emoções e nuances da casa nº 17 da família Banks.

Mary Poppins com a família Banks - O Retorno de Mary Poppins

Mary Poppins com a família Banks.

Um retorno mágico

Quando o filme foi anunciado, ficou claro que não seria um sequência, mas uma homenagem ao primeiro. Não teríamos uma babá perfeita do século 21 tentando entreter crianças com smartphones e novas tecnologias. Teríamos, sim, um retorno nostálgico às origens e à magia de tempos atrás com um musical encantador.

O Retorno de Mary Poppins não prometeu, em nenhum momento, ser o que não é. As novas músicas são tão envolventes e os personagens tão bem construídos quanto do filme anterior.

Da uma olhada no trailer:

Ficou com vontade de assistir esse retorno? Você pode encontrá-lo nas plataformas on-demand como o NOW, da NET. Lá você também pode assistir o primeiro filme, Mary Poppins, de 1964 produzido pela Disney.

Se você ainda não assina, está esperando o que? Conheça os planos aqui.